Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês

Share Button

Dias atrás, eu estava falando sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa com um amigo. Ele disse que a língua inglesa não tem esses problemas de colocar ou tirar acentos porque suas palavras não são acentuadas graficamente. Eu discordei e citei, então, 15 palavras escritas com acento gráfico na língua inglesa. Vejamos.

1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês

Esmalte Risqué Niasi Nude
www.risque.com.br

1 – Risqué 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – adjetivo. Significa indecente, picante, malicioso. Fonte: Webster Dictionary

Exemplos:
a) He told a risqué joke.
(Ele contou uma piada maliciosa.)

b) I think the film’s a little too risqué for my mum.
(Considero o filme um pouco indecente para minha mãe.)

2 – Résumé, resumé ou resume 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa curriculum vitae, sumário, resumo ou epítome. Fonte: Macmillan Dictionary

Exemplo:
a) I gave him a quick résumé of events.
(Dei a ele um rápido resumo dos eventos.)

b) A brief résumé of the day’s events.
(Um breve resumo dos eventos do dia.)

3 – Précis 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo ou verbo. Significa sumário, resumo ou resumir. Fonte: Longman Dictionary

Exemplo:
a) A précis of the report.
(Um resumo do relatório.)

4 – Fiancée 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa noiva. Seu masculino é fiancé, o noivo. Fonte: Dictionary.com

Exemplo:
a) Where are the fiancé and fiancée?
(Onde estão o noivo e a noiva?)

5 – Tête-à-tête 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa conversa reservada entre duas pessoas ou pequeno sofá para duas pessoas se olharem de frente. Fonte: Webster Dictionary

Exemplo:
a) They had a romantic tête-a-tête.
(Eles tiveram uma conversa romântica reservada.)

6 – Attaché 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa adido. Attaché case significa mala. Fonte: Dictionary.com

Exemplos:
a) A commercial attaché; a cultural attaché; naval attaché; military attaché.
(Adido comercial; adido cultural; adido naval; adido militar.)

b) I have to buy a new attaché case.
(Tenho que comprar uma mala nova.)

7 – Cliché 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa lugar-comum, clichê, chavão. Clichês são frases ou ideias que aborrecem ou tediam porque as pessoas usam-nas demais. Não há originalidade. Fonte: Macmillan Dictionary

Exemplo:
a) I know it’s a cliché but my wedding day was just the happiest day of my life.
(Sei que é lugar-comum, mas o dia do meu casamento foi o dia mais feliz de minha vida.)

b) “I thank you from the bottom of my heart” is a chiché.
(“Agradeço do fundo do meu coração” é um clichê.

8 – Protégé 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa protegido ou favorito. O protégé é uma pessoa jovem que é protegida por alguém mais velho que tem experiência ou influência. Fonte: Cambridge Dictionary

Exemplo:
a) She taught a lot of thing to his protégé.
(Ela ensinou um montão de coisas ao seu protegido.)

1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês

Café Mellita com Leite
www.melitta.com.br

9 – Café ou cafe 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa pequeno restaurante onde você pode comprar bebidas e petiscos. Na língua inglesa, também existe o cybercafé, que é um pequeno restaurante que oferece acesso à Internet. Fonte: Longman Dictionary

Exemplos:
a) There’s a little café on the corner that serves very good coffee.
(Há um restaurante na esquina que serve um bom café matinal.)

b) Is there any cybercafé here?
(Tem algum cibercafé aqui?)

10 – Blasé ou blase 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – adjetivo. Significa saturado, cansado dos prazeres do mundo, entediado, despreocupado. Fonte: Google Dictionary

Exemplos:
a) He flies first class so often, he’s become blasé about it.
(Ele voa tanto na primeira classe, que ficou saturado disso.)

b) By this time, I was getting quite blasé about being on TV.
(Por essa época, eu já estava ficando entediado a respeito de estar na TV.)

c) Far too many people are blasé about their driving skills.
(Mais tarde as pessoas ficam indiferentes a respeito das suas habilidades de dirigir.)

11 – Fête ou fete 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo ou verbo. Significa festival, festejo, grande divertimento, festa, bazar beneficente ou festejar, fazer festa a. Fonte: Macmillan Dictionary

Exemplos:
a) The Fourth of July is a great American fete.
(O 4 de Julho é uma grande festa americana.)

b) Romero Britto, the Brazilian painter, was feted in New York this week at a spectacular dinner.
(Romero Britto, o pintor brasileiro, foi festejado em Nova Iorque esta semana em um jantar espetacular.)

12 – Frisée 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês ou frisé – substantivo. Frissée é uma planta cujas folhas de bordas curvadas são comidas cruas em saladas. Você também pode dizer frisée lettuce (alface frise). Fonte: Cambridge Dictionary

13 – Compôte ou compote 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa compota, tipo de doce feito com frutas cozidas. O recipiente no qual guardamos a compota é chamada de compote ou compotier em inglês. Fontes: Cambridge Dictionary e Dictionary.com

14 – Consommé 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa caldo de carne. Fonte: Macmillan Dictionary

15 – Déjà vu 1x1.trans Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês – substantivo. Significa sensação de já ter visto e experimentado anteriormente algo que na verdade é novo. Em português, também escrevemos déjà vu. Fontes: Webster Dictionary e Dicionário Aulete

Exemplos:
a) When I met her, I had a strange feeling of déjà vu.
(Quando a encontrei, tive uma estranha sensação de déjà vu.)


Mais palavras escritas com acentuação em inglês

Meu amigo ficou admirado com essa pequena relação. Eu disse a ele que há mais palavras inglesas escritas com acento gráfico, basta procurar nos dicionários. Você conhece algumas? Então, envie-as para nós.

Leia também:
16 dicas para melhorar leitura em inglês
10 dicas para melhorar listening em inglês
Técnica para memorizar palavras estrangeiras rapidamente

Como agradecer ao Inglês no Supermercado porque ele existe? Adicione o blog ao iGoogle. Adicione um link para esta página. Clique nos ícones abaixo e divulgue o blog e tudo que você sabe a respeito de palavras com acentuação em inglês no Twitter, Facebook, Orkut, emails, etc.

Este artigo foi postado em Dicas de Inglês, Higiene e Beleza, Mercearia e etiquetado Café, esmalte, gramática. Adicione aos favoritos o link permanente.

69 Respostas para Lista de 15 palavras escritas com acentuação gráfica em inglês

  1. Cely diz:

    Parece que a maioria destas palavras vem do Francês!!!!Blasé,é certo que vem.Déjà vu também e tête-à-tête, consommé enfim quase todas….Seria por isso que elas fogem à regra e levam acento?
    abraços cely

  2. Fred diz:

    Cely,

    você tem razão. Meu amigo chegou a dizer que elas não eram parte da língua inglesa porque eram de origem francesa. Seguindo o raciocínio dele, se eliminássemos da língua portuguesa todas as palavras de origem latina (auricular), árabe (alface), grega (democracia), indigena (carioca), africana (ogum), inglesa (futebol), francesa (champanha, filé mignon), alemã (chucrute), japonesa (saquê), etc. talvez a gente só ficasse com a palavra “saudade”. :-)

    Fred

  3. marco antonio china diz:

    Fred, aí vou discordar de você. No meu entendimento, vc pode dizer que há palavras usadas no cotidiano inglês que levam acento – seriam estrangeirismos (do francês, etc. Mas, não se pode afirmar que são palavras do inglês, entendeu meu ponto de vista?

    Como vc disse, se levar em conta que em português não existe W, K, Y, teríamos que afirmar que a Cely não é brasileira! kkk

  4. Fred diz:

    Chinatown,

    você está desaparecido. Estou só anotando suas ausências.

    Bom, vamos ao assunto “acentos na língua inglesa”. Se os dicionários norte-americanos e ingleses registram essas palavras, quem sou eu para dizer que elas não fazem parte da língua inglesa? Algumas dessas palavras, eles “britanizaram” como é o caso do “café” que pode ser escrito “cafe” também. Mas outras, eles conservaram os acentos e se apossaram do vocábulo, como é o caso do “dèjá vu”.

    Talvez essas palavras estejam no purgatório, esperando que se tornem unanimidade entre os anglofalantes ou sejam banidas para sempre.

    No Brasil, algumas palavras inglesas estão no purgatório tais como “mouse” e “software”. Estamos esperando que os imortais da Academia oficializem o “mause” e o “sofitiue”. Enquanto isso não ocorrem, essas palavras inglesas estão circulando livremente em nossos dicionários e na boca do brasileiro. Os portugueses chamam o “mouse” de “ratinho”. Que você acha de a gente adotar também “ratinho”?

    Fred

  5. Fred diz:

    Chinatown,

    Cely só vai se tornar brasileira a partir de 2012, quando entra em vigor definitivamente o novo acordo que diz que K, Y e W fazem parte do português. Até lá, Cely pertence ao mundo. :-)

    Fred

  6. Cely diz:

    Ei,ei, ei pode parar.Deste jeito voces estão ratificando o velho “cliché” dos filmes de suspense:”cherché la femme!”
    Como diria o malandro”me inclui fora desta”.
    Abraços China,abraços Fred
    e ,diga-se de passagem,abraços brasileiríssimos.

  7. Marcia diz:

    São palavras latinas, abraçadas e incorporadas pela língua Francesa, que sutilmente se alteraram em sua pronúncia e grafia pela influência dos vários dialetos “Langue d’Oc” ou Langue d’oil” – também chamado de occitânica (provençal).
    Não são palavras inglesas. São simplesmanete usadas por esta língua. Principalmente os Ingleses, como uma forma de demonstração de classe e língua culta, usavam (e ainda usam) muitos termos e palavras da língua Francesa. Lembremo-nos que até meados do Século XX, em vários pontos do mundo, a língua oficial internacional era o Francês. Então, as classes mais sofisticadas usavam o Francês como demosntração de cultura e bilinguismo. Assim como hoje gostamos de fazer com a língua Inglesa, dentro da língua Portuguesa, para demonstrarmos sofisticação. Ex: Isto é um “must”; Determinada empresa tem “know-how”; Vamos participar de um “rafting” neste final de semana; Ela fez um “lifting”; dentre outras.

  8. Fred diz:

    Querida Márcia,

    muito obrigado pela explicação. Entendo seu ponto de vista. As palavras são latinas e foram alteradas, absorvidas e listadas nos dicionários franceses. A partir daí, passaram a ser francesas, certo?

    Se na língua portuguesa de hoje, principalmente no português brasileiro, há diversas palavras indígenas, como “carioca”, “Itamaracá”, “Guarapari”, etc. e palavras africanas (ogum, xangô, etc.) e essas palavras estão nos dicionários brasileiros, essas palavras são portuguesas ou não?

    Se os ingleses se apossaram das palavras francesas no passado, usam-nas e listam em seus dicionários por não possuírem um correspondente inglês, essas palavras passam a ser inglesas? Sim ou não?

    Gostaria de ouvir sua opinião.

    Fred

  9. marco antonio china diz:

    não, Freddie! nao passam a ser inglesas não!! São estrangeirismos! Num futuro, podem até ser “incorporadas” à língua, assim como o “abajur” foi incorporado ao português, etc… mas enquanto forem acentuadas, digamos, devem ser escritas em itálico (ou entre aspas) para mostrar que são de outro idioma.

    Pois é, amigo virtual, ando sumido, mas é a correria, vc deve saber como é isso… mas não deixo de passar por aqui e de indicar o site, falou! grande abraço!

    Cely, quando se tornar brasileira (kkkkk) sugiro que mantenha o nome: Celi
    É um nome legal e de sonoridade interessante!!

  10. marco antonio china diz:

    ah, e a Márcia comentou muito bem! valeu!!

  11. Fred diz:

    Chinatown,

    my friend, leia o artigo sobre Internet. Usei aquelas palavras que pedi a você tempo atrás.

    Sobre a acentuação:

    Quando tento escrever “protege” em inglês, os dicionários desse idioma recomendam “protégé” com os acentos. No meu entender, essas palavras acentuadas agora são inglesas independentemente de suas origens e devem ser escritas com acentos.

    E a influência da língua francesa na língua inglesa começa em 1066 na Batalha de Hasting, quando os normandos (franceses) invadiram a Inglaterra e reinaram na Ilha por mais de 350 anos e impuseram seus valores e cultura aos anglo-saxônicos.

    Até, China.

  12. cely diz:

    Ohhh China, faz isso comigo não!!!! O Y do meu nome é a única coisa de rico que eu tenho!!!É o Y e o óculos de sol….que é de marca! Se tira o Y fico meio pobre…..Seja camarada,já pensou se chamam voce de Xina???Ce não vai gostar né?
    abraços afetuosos celyyyyyyyyy

  13. Paul Heacher Algrien diz:

    I’ve been reading about your comments concerning foreign words adopted in the English language. I think that according history, not any other language has been so influenced by other languages like English itsef; specialy for the German, French and Latin languages!
    I really believe when such foreign word becomes part of the people current speech and ends up listed in that country dictionary, the word must be accepted as part of that idiom.
    Interesting comments!

    Take care!

  14. Fred diz:

    Paul,

    Congratulation, you write like a native from UK or USA. Where are you from?
    Concerning your opinion, I agree with you completely.

    See you

    Fred

  15. Alcioneide diz:

    Assim como nós temos na Língua Portuguesa a contribuição de palavras oriundas de outras línguas,o mesmo acontece na Língua Inglesa.
    A maioria destas aqui citadas são francesas.

  16. Fred diz:

    Alcioneide,

    obrigado pela visita e comentário. Sabia que o português também influenciou fortemente o inglês?
    Veja aqui: Palavras Inglesas de Origem Portuguesa

  17. Antonio Cruz diz:

    Já vi que nesse blog aprenderei mais rápido do que em uma escola oficial de Inglês kkkk. pois apesar das expressões ainda vem cultura de contrapeso.

    Muito bom galera. aprendo nos artigos e nos comentários.

    Abraço a todos

  18. Mauro Q. diz:

    Algumas dessas curiosidades são muito bem descritas no livro ONCE UPON A TIME UM INGLÊS…A história, os truques e os tiques do idioma mais falado do planeta, de John D. Godinho. Aqui vai um pequeno trecho. “A pronúncia de palavras importadas também apresenta facetas curiosas, especialmente com relação às de origem fracesa. Quase todas as que foram adotadas antes de 1600 foram alteradas na pronúncia e muitas vezes também na ortografia. Já as que vieram depois, vindas de qualquer idioma, mantêm as suas características originais. Por exemplo, polite (polido, culto) chegou antes de 1600 e pronuncia-se polaite,enquanto police, que chegou depois, continua com a pronúncia de police. Você já reparou que, em muitas palavras de origem francesa como champion, chimney e charity (campeão, chaminé, caridade), o ch tem o som anglo-saxão de tch, enquanto champagne, chauffeur, chauvinist (champanhe, motorista, chauvinista), importadas mais tarde, são pronunciadas com o ch francês, igual ao português? O som original é preservado em façade, também escrito facade, (fachada, em francês) e auto-da-fé (português), nas quais até os símbolos estranhos ao inglês foram mantidos (a cedilha e o acento agudo). O livro do Godinho é sensacional.
    Mauro Q.

  19. cely diz:

    Oi Mauro!
    Valeu a dica, muito bom !Qual a editora?
    Tudo bem eu procuro na internet.
    Um abraço cely

  20. Fred diz:

    Caro Mauro,

    Seu comentário e indicação do livro enriquece ainda mais o blog IS.
    Obrigado.

  21. Mauro Q. diz:

    Oi, Cely,
    Li, há pouco tempo, acho que no englishexperts.com, que o autor está trabalhando na 3a edição e que o livro estará disponível na internet ainda este ano.
    Um abraço,
    Mauro

  22. Mauro Q. diz:

    Oi, Cely,
    Acabo de ler no http://www.englishexperts.com.br que a terceira edição do livro ONCE UPON A TIME UM INGLÊS já está disponível na internet nos sites http://www.clubedeautores.com.br e http://www.agbook.com.br .
    Um grande abraço e boas leituras,
    Mauro Q.

  23. jorge sidnei miranda chagas diz:

    olá para todos!ontem, quando cheguei do trabalho,vi minha filha de oito anos olhando algumas palavras que a ‘tia’ havia passado para copiar no quadro.susto!duas palavras inglesas acentuadas.penso em mudar de escola.hugs!

  24. Fred diz:

    Jorge,

    E os dicionários ingleses tais como Oxford, Webster, Cambridge, etc. que listam palavras acentuadas, você também vai jogá-los fora?

  25. jorge sidnei miranda chagas diz:

    Olá,Mauro!não vou jogá-los fora,apenas alertá-la quanto aos “estrangeirismos” do idioma inglês.É um importante ponto de partida.Obrigado pelas dicas acima e forte abraço!

  26. Anecí de Lazaro Mátua diz:

    AINDA NÃO ENCONTREI UM SITE MELHOR DO QUE ESTE. PARABENIZO TODOS VOCES.

  27. Fred diz:

    Anecí,

    Muito obrigado pelo elogio. Conto com você para divulgar o blog na Internet, viu?
    Abraço

  28. ricardo leite diz:

    I think the film’s a little too risqué for my mum.A brief résumé of the day’s events.
    A commercial attaché; a cultural attaché; naval attaché; military attaché.
    I have to buy a new attaché case.
    bum
    seven

  29. suelem diz:

    eu ainda não aprendi englis…

  30. Elivan diz:

    Não seria mais correto dizer que são palavras de outras origens que se

    incoporaram a Língua Inglesa?

    Eu fiquei super curioso quando lí o título da postagem.

  31. Fred diz:

    Elivan,

    obrigado pela visita ao Blog. De fato, a língua inglesa atual é uma mistura de várias línguas. A forte influência francesa é sentida a partir de 1066, quando os Normandos dominam a coroa inglesa por mais de 350 anos. Mesmo estando num dicionário inglês, as palavras permanecem acentuadas, e os dicionários norte-americanos e ingleses recomendam os acentos.

    Recomendo que leia também 100 Palavras Inglesas de Origem Portuguesa e The History of English in 10 Minutes

  32. Sergio Moreno diz:

    me lembrei de soufflé, acho q não está em sua lista. Se não estiver e quiser acrescentar, fique a vontade. parabéns pela lista.

  33. Sergio Moreno diz:

    Ah, achei tabm coupé e coup de d`état (golpe de estado) e tbm coup de grâce (golpe (tiro) de misericórdia)

  34. Fred diz:

    Sérgio Moreno,

    obrigado pela visita e sugestões.

  35. Estava escrevendo agora mesmo um post sobre coletivos e apareceu “crèche” of penguins! Mais uma com acento!

  36. Fred diz:

    Cara Juliana,

    muito obrigado pela dica.

  37. Carlos Bueno diz:

    São estrangeirismos não adaptados e não seguem as regras do inglês.
    Como a língua inglesa não tem sons definidos para as letras principalmente as vogais, há grande dificuldade em adaptar palavras estrangeiras.
    Já vi em Nova Iorque a palavra portuguesa brasileira açaí sendo escrita acai e pronunciada corretamente: açaí.
    Imagine a dificuldade em escrever o ç (cê cedilha num teclado americano).

  38. Fred diz:

    Carlos,

    Essa do “acai” é bem interessante. Valeu.

  39. Liège Gischkow diz:

    Concordo com a Márcia. Aquelas não podem ser consideradas palavras da língua Inglesa, são, sim, francesas utilizadas pelos ingleses. Estrangeirismo. Temos isso em nossa língua e sempre destacamos quando usamos uma palavra de língua estrangeira como tal. O fato de constar no dicionário da língua inglesa não significa que a palavra é da língua inglesa. Está no dicionário porque é de uso comum aos falantes daquela língua e, como tal, deve conter seu significado.

    Valeu o debate.

  40. Fred diz:

    Liège,

    dias atrás li a diferença entre estrangeirismo e empréstimo. No estrangeirismo, há um termo na língua mãe, mas os falantes preferem usar um termo estrangeiro. Ex: Em português do Brasil, as pessoas preferem falar “shopping center” mesmo tendo a expressão “centro comercial”. No empréstimo, não há termo na língua mãe e as pessoas pegam emprestado o termo estrangeiro e o adotam definitivamente. Ex.: na língua portuguesa, não existia o termo “Internet”, então, esse termo foi pego emprestado da outra língua.

    Obrigado por sua visita e comentário. Volte mais vezes.

  41. Solange diz:

    Oi Fred!

    Obrigada pelo arquivo enviado:70 dicas!

    Fiz um estudo sobre o bullying e descobri que é usado em todos os países para o mesmo significado, ou seja, assunto, por isso não existe uma tradução! é o caso de “empréstimo”!

    Abç.

  42. Solange diz:

    Esqueci de dizer que, acho magnífico o processo de transformação que uma língua, um idioma, sofre! a língua é mutável!

  43. CCN1410 diz:

    Risqué é proveniente da língua francesa.
    Não li o restante porque penso que você está equivocado.

  44. diz:

    Não vou me dar ao trabalho de ler todos os comentários. Já pude ver que percebeste que estas palavras não são de origem inglesa, apesar de utilizadas em países de língua inglesa.
    Mas apenas 5 minutos de pesquisa teria nos poupado deste artigo infeliz.
    Quanta incompetência!

  45. Mau diz:

    Puxa! Nem acredito que li tanta baboseira… todas essas palavras são francesas e que podem ser usadas na língua inglesa, como algumas são tb usadas no português.

  46. Fred diz:

    Cesiro, Fê e Mau

    Seguindo o pensamento de vocês, as palavras “carioca” e “algarismo” não são palavras portuguesas. “Carioca” é de origem tupi. “Algarismo” é de origem árabe. Mas, o fato de os brasileiros e portugueses usarem essas palavras e registrarem em seus dicionários não tornam essas duas palavras portuguesas? Acho que sim. Até porque se um gringo perguntar a você como se escreve e diz “algarismo” em português, você dirá que é “algarismo”. E se perguntarem como se diz “carioca” em português, você responderá “carioca”. Ou seja, essas duas palavras de origem bem distantes são agora portuguesas. Ou não?

    A mesma coisa acontece com as 15 palavras listadas acima. Elas são de origem francesa, mas foram incorporadas ao inglês ao longo dos séculos. Se você clicar na fonte, verá que “risqué”, por exemplo, é conhecida dos anglofalantes desde o século XIX, e um dicionário do século XXI ainda recomenda “risqué” com acento gráfico.

    Outra coisa: as línguas não são coisas prontas e acabadas. Elas estão sempre em evolução, estão sempre absorvendo palavras novas e enterrando outras. Camões, Eça de Queiroz e Machado de Assis, por exemplo, nunca ouviram nem falaram a palavra “internet”. Mas, qual é o brasileiro que não fala e escreve “internet” hoje? A pergunta é: se “internet” é de origem inglesa, como se diz “internet” em português? Em português, se diz “internet”. E agora? Essa palavra de origem inglesa é ou não é portuguesa nos dia de hoje? Claro que é. Ainda não inventaram uma palavra similar em português para usar no lugar de “internet”.

    Só por curiosidade, saiba que os anglofalantes absorveram e escrevem “tapioca, anil, carambola” e “samba” na língua inglesa. E se você perguntar como se diz e escreve “samba” em inglês, eles dirão “samba”. Eles não tem outra palavra para descrever esse ritmo e dança. Da mesma forma, eles absorveram palavras francesas no passado, mas que se tornaram inglesas ao longo dos anos e séculos.

  47. diz:

    Fred,

    Não acho que eles devam deixar de usar as palavras, eu acho que VOCÊ deveria ter pesquisado mais antes de fazer este artigo ou trocar o título para: “Palavras estrangeiras com acento que os ingleses usam”
    Não deixei de ler os comentários das pessoas que vieram dizer algo de realmente útil neste blog, deixei de ler os TEUS comentários pois vi que não sai nada que se aproveite.
    Vá procurar, também, o significado de “educação”. Não faltei com a minha em nenhum instante. Só porque alguém fala o que não queremos ouvir, não significa que este alguém nos faltou com o respeito.
    Se não queres saber o que pensam os outros, pare de publicar o seu blog ou bloqueio os comentários.
    Tenha um bom dia.

  48. Fred diz:

    Fê,

    Qualquer pessoa com um nível cultural razoável sabe que o vocabulário do inglês atual está impregnado de palavras de outros idiomas (celta, latim, francês, português, alemão etc.). O termo chocolate, tão comum no inglês atual, é de origem espanhola. O termo banana pode ter entrado no inglês por meio do espanhol ou português. Você ousaria dizer que “chocolate” e “banana” não fazem parte da língua inglesa hoje? Da mesma forma, os dicionaristas anglofalantes incorporaram o termo francês “risqué” e outros com acento gráfico. Além do dicionário que eu mencionei no texto, veja que risqué aparece em outro dicionário renomado: Risqué – Cambridge Dictionary. Em nenhum momento, o Cambridge diz que “risqué” é francês nem recomenda escrever sem acento gráfico. Ele apenas mostra a palavra acentuada e apresenta a definição. E o Webster Dictionary diz que “risqué” entrou na língua inglesa em 1867. Prestou atenção ao ano? Desde 1867, “risqué” é escrito com acento em inglês. Em 2011, 144 anos depois, os dicionários ingleses ainda mantêm o acento de “risqué”.

    Quanto aos termos que você usou para definir meu texto, eles demonstraram que você é mal educada. Outras pessoas discordaram do que eu falei (veja comentários). Nenhuma delas, porém, me chamaram de incompetente gratuitamente nem falaram que escrevo algo sem valor e que o conteúdo é infeliz e que vão deixar de ler um texto porque fui eu quem escreveu.

    Eu provei, mediante citação dos dicionários, que essas palavras acentuadas fazem parte da língua inglesa e estão nos dicionários ingleses. Você diz que as palavras não fazem parte do inglês e não provou nada. Cite fontes confiáveis que sustente o seu “achômetro”.

    Eu posso achar que a Terra é quadrada e que o triângulo tem 4 lados… Posso achar qualquer coisa. Posso achar inclusive que você não sabe medir suas palavras nem lidar com seres humanos. Mas tenho que provar as minhas hipóteses. Prove que você está certa mediante fontes confiáveis. Você apenas disse ofensas gratuitas, não focou no assunto, nem provou que você está certa. Você apenas quer discordar e ofender gratuitamente.

  49. Jessica diz:

    Essas palavras são todas francesas e foram inseridas na língua inglesa. No francês o acento é muito comum e essas palavras fazem parte do vocabulário cotidiano no francês, qualquer um que estudou francês as conhece e é só pesquisar a origem dessas palavras para descobrir isso.

    Exemplos:
    Fête (play /ˈfɛt/ or /ˈfeɪt/) is a French word meaning festival, celebration or party,[1] which has passed into English as a label that may be given to certain events. Uses of the word Fête can also vary depending on the words used with it, such as Bonne Fête for Happy Birthday. In this case it would be the Party/Celebration coming into play.

    Fête (play / fɛt / ou / feɪt /) é uma palavra francesa que significa festa, celebração ou partido, [1] que já passou para o Inglês como um rótulo que pode ser dado a certos eventos. Usa da palavra Fête também pode variar de acordo com as palavras usadas com ele, como Bonne Fête de Happy Birthday. Neste caso, seria a Festa / Celebração entrando em jogo.

    Fiancée: fiancées or fiancés, respectively (from the French word fiancé). The duration of the courtship varies vastly.
    Long engagements were once common in formal arranged marriages and it was not uncommon for parents betrothing children to arrange such many years before the engaged couple were old enough to marry.

    Fiancée/Fiancé:a noivas ou noivo, respectivamente (da palavra francesa noivo). A duração do corte varia muito.
    Compromissos de longo antes eram comuns em casamentos arranjados formais e não era incomum que os pais betrothing crianças para organizar tais muitos anos antes de os noivos tinham idade suficiente para casar.

  50. Davide diz:

    Nesses casos, acredito que o certo seria definir tais palavras, como empréstimos linguísticos do francês. A palavra futebol, por exemplo, tem sua origem na palavra inglesa ” football” que foi aportuguesada. Muitas dessas palavras ai citadas, não passaram por isso, por isso mantém esses acentos da língua da qual foram tomadas de empréstimo, o francês.

  51. Eddy Ferraes diz:

    Fred I have enjoyed the expression “achômetro ! Fe e Mau por favor, nobody DESERVES you! That’s PortEnglish tá! Muito bom amigo suas informações você é muito CULTO e INTELIGENTE! Hugs for you!! Eddy Ferraes

  52. Anderson diz:

    Tirando 2 palavras de origem portuguesa, todas as outras são palavras francesas incorporadas ao idioma inglês. Ou seja, não fazem parte da língua inglesa.

  53. Fred diz:

    Anderson,

    tirando todas as palavras de origem árabe (alface, algarismo), do francês (abajour), do inglês (futebol), do japonês (sushi), do tupi (carioca, tapioca), do grego (democracia), do latim (áureo)… etc. a língua portuguesa vai deixar de existir. Pensou nisso? Se você acha que “algarismo, alface, futebol, abajour, sushi, carioca, democracia, áureo” são palavras portuguesas, por que não achar, por exemplo, que “risqué” é palavra inglesa?

  54. Renata diz:

    A maioria das palavras que vc utilizou como exemplo tem origem francesa e por essa razão permaneceu acentuada, o que vc não pode negar é que A LÍNGUA INGLESA NÃO TEM REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA

  55. cely diz:

    Renata
    Entre tantas observações,achei que a sua é a que mais procede!Acho que discutiu-se muito o “sexo dos anjos”!Não tem regra de acentuação:
    ou não tem acento ou não tem a palavra………..Existe sim a palavra “glamour em portugues mas é “glamur”!Sabe porque?Porque em portugues o “OU” não faz som de U.Eu até concordo que possa haver a palavra Risque em ingles mas sem o acento…..E os anglo falantes que pronunciem como for determinado pelos dicionários…….

  56. ellenbraga2010@hotmail.com diz:

    adoro inglês e minha vida eu amo muito tudo isso fasso o CC AA amo se algem não souber fala pra ele (A) entra no trans late

  57. Fred diz:

    Renata,

    acho que você está certa quando o assunto é gramática prescritiva (tipo de gramática que impõe regras; tipo de gramática que diz como se deve escrever). Nesse caso, realmente não vi nenhuma regra de acentuação em inglês. Porém, quando o assunto é gramática descritiva (tipo de gramática que não dita normas, tipo de gramática que apenas descreve como os anglofalantes falam, escrevem, etc.), a acentuação aparece.

    Vou-lhe dar um exemplo:
    Na gramática prescritiva (ou normativa), somos obrigados a escrever “entrega EM domicílio”.
    Na gramática descritiva, podemos escrever “entrega A domicílio”.

    A frase “entrega A domicílio” é considerada errada segundo a ótica da gramática normativa, porém é considerada uma frase compreensível e aceitável segundo o ponto de vista da gramática descritiva.

    No caso do inglês, não há regras em gramáticas normativas a respeito do uso de acentuação gráfica. Porém, os dicionários registram os acentos; e jornais adotam o acento das palavras de origem francesa. O que ocorre nos dicionários e nos jornais é considerado “correto”, é considerado “regra” de acordo com a gramática descritiva.

  58. Fred está sendo muito útil tudo o que você passa. Parabens pela sua diligencia e boa vontade.

  59. Fred diz:

    Anecí,

    Obrigado pelo elogio. Peço que divulgue o blog entre seus amigos.

    Fred

  60. Carlos diz:

    São palavras emprestadas de outras línguas. A língua inglesa não tem acento. Não há na língua inglesa nenhuma regra para acentuação. O contrário acontece com o português,espanhol, francês, italiano, romeno, servo-croata, theco, eslovaco etc.Se você perguntar para um falante da língua inglesa porque risquê, café, blazé têm acento gráfico, com certeza não saberão por que. Não existe língua pura. Todas as línguas emprestam palavras de outras. O inglês emprestou grande quantidade de palavras do latim, do espanhol, do português etc. Atualmente o maior fornecedor de palavras para o mundo é o inglês. No passado foi o francês. Só por curiosidade basta citarmos a palavra “deletar” que praticamente atropelou a nossa palavra “apagar”. Deletar vem do inglês delete que vem do latim delere. Delete é uma irmã que deu uma grande volta até encontrar seus parentes no português do Brasil.Vamos recebê-la com carinho. Ela é da família.

  61. max diz:

    eu quero saber nomes de umas profisao

  62. John D. Godinho diz:

    Olá, Fred,

    O que deve ser lembrado é que, depois da Invasão Normanda, em 1066, por William the Conquerer, o francês tornou-se o idioma dominante da Inglaterra, social e políticamente falando; quer dizer, foi a língua oficial, de facto, durante mais de 300 anos.

    Quanto à acentuação gráfica e pronúncia de palavras importadas em inglês, veja um trecho do livro “Once upon a time um inglês…”, de minha autoria.
    “A pronúncia de palavras importadas também apresenta facetas curiosas, especialmente com relação às de origem fracesa. Quase todas as que foram adotadas antes de 1600 foram alteradas na pronúncia e muitas vezes também na ortografia. Já as que vieram depois, vindas de qualquer idioma, mantêm as suas características originais. Por exemplo, polite (polido, culto) chegou antes de 1600 e pronuncia-se polaite,enquanto police, que chegou depois, continua com a pronúncia de police. Você já reparou que, em muitas palavras de origem francesa como champion, chimney e charity (campeão, chaminé, caridade), o ch tem o som anglo-saxão de tch, enquanto champagne, chauffeur, chauvinist (champanhe, motorista, chauvinista), importadas mais tarde, são pronunciadas com o ch francês, igual ao português? O som original é preservado em façade, também escrito facade, (fachada, em francês) e auto-da-fé (português), nas quais até os símbolos estranhos ao inglês foram mantidos (a cedilha e o acento agudo).”

    Abraços,

    John

  63. raphaela diz:

    Muito bem John! Você foi o mais elucidativo de todos! Muito obrigada!

  64. Pedina diz:

    Olá,
    Boas dicas.
    Eu apenas sugeriria que fossem dados os sinônimos em inglês, além da tradução.
    Há um problema com a tradução da frase 10 c. “Far too many”.
    Um abraço.

  65. Carolina diz:

    Essas palavras não são da lígua inglesa por is elas tem acento pq elas vem do francês é pq americano tem mania de falar palavras de outras linguas pq eles são metidos a chiques

  66. Whélynton Araújo diz:

    Olha, a despeito de qualquer opinião, acho esse site muito útil e massa. Sempre leio os emails com as dicas. E o recomedei a minha irmã que quer aprender inglês. ‘Ingles no supermercado’ é uma idéia genial! E bastante didática, não dá pra esquecer o que se aprende aqui em uma leitura rápida de alguns minutos diários. Parabéns pela sacada e por sua contribuição aos que querem aprender o idioma da rainha!

  67. Fred diz:

    Whélynton, obrigado pelo apoio.

  68. Raquel Freitas diz:

    Na verdade, se você for olhar, as palavras fazem parte da língua inglesa, mas são de origem francesa. Por isso, são acentuadas.

  69. Gabi diz:

    A algum tempo eu estou fazendo inglês e tive essa dúvida. No próximo encontro com a minha turma irei perguntar a professora sobre isso. Mas vale salientar que essas palavras são usadas no inglês, embora elas pareçam descender do francês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>